.
..                    
.                                                               
Opinião    
                          

 

Artigos Temáticos

 

    Principal Opinião

 

Domínio Feminino

 

 

    Artigos
    Seguros
    Oportunidades
    Controle de Qualidade
    Pequenos empresários
    Serviços
    Mediação de Conflitos
    Mercosul
    Finanças&Investimentos
    Idéias
    Opinião
    Internacional

 

Seguros
    Enio Vieira
Fotográfos
    Jean-Marc
    Vantoen Pereira Jr.
Dentista
    F. J. Milheiro
Mercosul
    Marketeck/SA
Internacional
    International Food
    & Beverage Consulting
Serviços
    Pessoais

 

 

   Os mestres da ignorância

           

      Adriana Vandoni Curvo ( * )
      
Comunique-se

      26 de Janeiro/2005

 

   
 

Leia: Editorial

 

               É desalentador o nosso país insistir em permanecer neste subdesenvolvimento metido a emergente. Temos riquezas em todos os cantos, mas ainda teimamos em permanecer nessa situação. Por que isso? Somos um povo inferior aos outros ou não tivemos a “sorte” de ter tido uma grande catástrofe ou guerra para nos unir, como a guerra da secessão americana ou as guerras napoleônicas e mundiais que uniram os povos pela Europa? Se for esse o motivo poderíamos aproveitar e atacar a Argentina sob pretexto da água batizada da copa de 1990. Quem sabe será bom para ambos.

               Falando sério, é claro que isto se deve aos “líderes” ou mesmo às lutas que eles nos guiaram por décadas e séculos. Existe uma irracionalidade neles e nelas. Vejamos, por exemplo, o MST. Uma leitura de Descartes faria bem aos seus líderes Seria interessante buscar o que é realmente verdadeiro, argumentando sobre fundamentos sólidos e inquestionáveis para descobrir a verdade, não simplesmente desmerecer o contraditório. Enquanto o mundo vê “racionalmente” que a utopia do socialismo é mesmo só uma utopia, alguns loucos daqui, travestidos em líderes preocupados com os pobres, guiam os ingênuos ainda mais à miséria com promessas de estar lhes guiando à terra prometida.

               Discursos contra tudo que gere riqueza, mesmo àquelas que produzam os alimentos que todos comemos, fazem parte do ritual de doutrinação. Esses coitados acabam perdendo tempo de estar se especializando e procurando formas de se inserir no mercado de trabalho. Iludidos acomodam-se na esperança da “terra prometida” servindo à bandidos e pregadores da ilusão socialista. E o pior é que esses pregadores continuam pregando mesmo após tantos escritos, de autores mesmo ex-esquerdistas, que relataram, “baseado em dados”, que o comunismo causou os maiores genocídios já cometidos na história da humanidade (mais ou menos 100 milhões de pessoas, ou algo como “apenas” 400 tsunamis). É inadmissível que tenhamos que aturar esses ignorantes que ainda teimam em pregar a luta de classes e que cultuam personalidades do comunismo como Karl Marx, Ho Chi Minh e Che Guevara.

               Mais inadmissível ainda é ver o presidente Lula, de cima de um palanque improvisado dentro de um acampamento de sem-terras na Bahia, proferindo, em mais uma de suas inconseqüentes “agrupações de palavras”, elogios ao movimento e ressaltando a sua importância para o Brasil. Disse ter “consciência do que representa o MST para o povo brasileiro e para a história política deste país”.

               Será que tem mesmo consciência de algo? Ou será que, ungido à posição de governante perdeu a capacidade de racionalizar, pensar? Ou será que nunca a teve?

 

Mais artigos da autora      Index

             .

Alto                Opinião

DF
Interativas

Amizade

ClubeDF

CtrlQualidade

Participe
Expatriates

Onça

Amor

Seguros

Socorro

Trabalho&

Negócios

Serviços

Separação

Moda

ElesPorEles

Viagem

Cultura

NetColun@

NetHumor

Brechando

Entrevistas

Mulher

JovensElas

Noivas/Noivos

Perfumes

Lar&Casa

Lojas

Saudável

Internacional

Lazer

Lojas

Temáticos

Editorial
Opinião
Editora
DF

[ Domínio Feminino © 1998-2005. Todos os direitos reservados. ] Brasil - Brazil We speak brazilian Portuguese