.
                                   
                         
.
..                    
.                                        
Celebrações e Eventos
.
     

 

    Index de Sala Íntima
 
    Se a chapinha permitir
    Sapos Secretos
    03 bandeides
    Do início
    Domínio Feminino faz escola
    Ecos do Domínio Feminino
    Vozes do Além e do acaso
    Visita de amigo
    Rapidinhas da intimidade
    Receita nossa
    Carregando as malinhas
    Cartões: envie o seu

 

Equipe
Executiva : Maria da Penha Veira
Editora: MPV
Rel. Externas : Berta Ataíde
Comercial:
Suzana Bertioga
Animação Flash: Alexandre Canário
Estagiárias: Ana Louvado
Fotografia: Juliana Marafon
Colaboração Especial
Caio Martins/SP
Maria Luiza Curti/MT

 

 

Dia do Amigo*
Dia da Amizade

 

Comemora-se hoje, dia 20 de julho de 2009, mais um Dia do Amigo e Dia da Amizade e que para alguns, o segundo foi criado por um argentino em homenagem ao Dia que o homem pisou pela primeira vez.

Como foi o Dia da Amizade?

Com base na experiência de um dia para criar uma festa de amizade, de um 30 de julho de 1958, argentino Enrique Ernesto Febbraro, professor de psicologia, filosofia, história, música, dentista e membro do Rotary Club, proposta para comemorar o Dia amigo no país, em honra da Apolo XI aterragem na Lua em 20 de julho de 1969. Seu trabalho duro para estabelecer um Dia da Amizade não foi pesquisado o impacto global. No entanto, no Brasil e Uruguai também estão celebrando o 20 de Julho, no Paraguai e 30 no Chile na primeira sexta-feira do mês de Outubro, no Peru, o primeiro sábado de Julho e os E.U., o primeiro domingo de Agosto.

Ressaltamos que uma grande e boa amizade difere do verdadeiro amigo. São sentimentos próximos, mas diferentes. Enquanto a amizade generaliza para as boas pessoas amigas o sentimento que dedicamos aos amigos verdadeiros, próximos, aqueles que costumamos revelar como 'irmãos' retém sentimento de especial intensidade de afeto e ternura que não brota para as simples amizades.

Nesse Dia do Amigo lembramo-nos dos verdadeiros, aqueles com quem dividimos o Sal das nossas vidas, o Sal do alimento, da refeição frugal e saborosa, o Sal das lágrimas, porque, com quem dividir o Açúcar, é muito fácil encontrar.

Uma maneira de cultivar os amigos é manter sinceridade e saudável cumplicidade de sentimentos; nunca os vícios da amizade, o favorecimento desonesto, a omissão ou ocultação da verdade, principalmente, para estes que amamos. Dizer não a um amigo é fácil porque ele ou ela vai confiar em você. Difícil é dizer um não para uma pessoa amiga. Depois disso, você saberá quais são seus amigos de Sal.

Amigos de Sal das Mosqueteiras do Domínio Feminino.

Gilberto Hauer, Angélica Bretas, M. Sillas Macário, Ana Abreu de Almeida, Elizette Pinheiro Moad, Isabel Monteiro, Cristina Polina, Maria J. Mansur, John Trimn, R. Cleaverdon, Jorge Ernesto Geisel e Carmem, Carlos, Leilani e Gustavo Shlottfeldt, Biba Sillas, Amadeu Cristóvão, Luis Cristóvam, Luiz Estevão, Amarílis Iucelli, Ana, Ariadne e Rita Bacelar ( as irmãs Bacelar ), Irina Vasconcelos, Ruth Jucelli, Cidinha (Maravilha) de Araújo, Clélia Araújo, Nina Belém, Tina Madeira, Ricardo Madeira, Henry e Ulla e Paulo Silk.

Narceu de Almeida

 

Lei Estadual - Rio de Janeiro

No Rio de Janeiro, não por falta de maiores necessidades de iniciativas para as atividades parlamentares, o Deputado Estadual João Pedro Campos de Andrade Figueiras, por projeto de Lei instituiu o Dia do Amigo. Menos mal, de qualquer forma, melhor do que menções honrosas fartamente distribuídas por nossos vereadores e deputados.

 

PROJETO DE LEI Nº 1459/2008
EMENTA: INSTITUI O DIA DO AMIGO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.
Autor(es): Deputado JOAO PEDRO
A ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO RESOLVE:
Art. 1º- Fica instituído o dia 20 de julho, de cada ano, como o "Dia do Amigo" no Calendário Oficial do Estado do Rio de Janeiro.
Art. 2º - A data comemorativa objeto desta lei não implicará, por este motivo, em decretação de feriado.
Art. 3º - Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.
Plenário Barbosa Lima Sobrinho, 09 de abril de 2008.
JOÃO PEDRO DEPUTADO ESTADUAL
JUSTIFICATIVA Considerando momento extraordinário para humanidade, resultado de um trabalho em grupo, considerando o caráter gregário do ser humano, coube aí, neste momento, uma reflexão sobre a amizade entre os seres humanos. Ao comemorarmos o Dia do Amigo, celebramos a amizade, e ressaltamos o seu valor. Na vida é essencial cultivar a amizade em nossas relações. Podería-se dizer que trata-se de uma necessidade da alma. O sentimento de amizade figura entre os mais poderosos e misteriosos instintos humanos. A amizade não resulta de uma simpatia nascida de interesses comuns, ou níveis de cultura, não é uma relação baseada em intercâmbio de idéias, pois, também, se desenvolve no silêncio. Em sua nobreza, a amizade é o sal que dá valor à convivência humana. Para que nasça e permaneça, exige a prática mútua de todas as virtudes da convivência: sinceridade, lealdade e generosidade. Pelo exposto, rogo aos meus pares a inclusão desta data no Calendário Estadual.

 

                    

DF
Interativas

Amizade

ClubeDF

CtrlQualidade

Participe
Expatriates

Onça

Amor

Seguros

Socorro

Trabalho&

Negócios

Serviços

Separação

Moda

ElesPorEles

Viagem

Cultura

NetColun@

NetHumor

Brechando

Entrevistas

Mulher

JovensElas

Noivas/Noivos

Perfumes

Lar&Casa

Lojas

Saudável

Internacional

Lazer

Lojas

Temáticos

Editorial
Opinião
Editora
DF

Domínio Feminino © 1998 -2009. Todos os direitos reservados. ] Brasil - Brazil, we speak brazilian Portuguese