.        
DF
   
.
  .
. Eventos Culturais
.

 

 

Cultura
Salão da Cultura
Crônica
Divulgaçao
Música
Poesia
Livros
Teatro
Lançamentos
Livros
Disco
Eventos
Gerais
Resenhas
Teatro
Cinema e vídeo
Discos
Livros
Entrevista
Cultura

 

 

 

 

 

A Máscara de Capelle

 

 

      RIO + 10
        O Futuro da Humanidade em Foco

        
        
        Kenia A. G. Costa
        25, Agosto/2002

 

        Anotem a data: 26 de agosto de 2002. Neste dia terá inicio na bela cidade de Johannesburgo na África do Sul, a Cúpula Mundial Sobre Desenvolvimento Sustentável, mais conhecida como Rio+10. Esta cúpula será uma continuação dos debates e ações propostos na Rio 92, no bojo da Agenda21, o plano de ação global para o desenvolvimento sustentável — a Cúpula da Terra — sediada no Rio de Janeiro em 1992 acordado na Conferência da Nações Unidas Sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento.

O planeta Terra terá mais uma chance de discutir no nível mundial, reunindo desde chefes de Estado e Governos, até líderes de organismos não-governamentais, da indústria e de vários outros grupos importantes da sociedade, as ações necessárias para atingir o desenvolvimento sustentável.

Isto significa responder a grande questão: como podemos melhorar a vida das pessoas e conservar nossos recursos naturais em um mundo cuja população cresce com demandas cada vez maiores de alimentos, água, habitação, saneamento, saúde, energia e segurança econômica? A resposta a esta questão continuará sendo a principal fonte das discussões na Cúpula de Joanesburgo 2002, além da implementação de planos e avaliação dos obstáculos ao progresso e dos resultados alcançados desde a Rio 92, dando assim amplo destaque ao conhecimento adquirido ao longo da última década e provendo dessa forma, um novo estímulo para comprometimento de recursos e de ações específicas para a sustentabilidade global.

     

Desnecessário dizer que, ou procedemos a efetivas e radicais mudanças em nossa forma atual de produzir alimentos e de utilização da água e das terras ou a Humanidade pode se preparar para grandes e graves turbulências devido a escassez de água e terra e, em conseqüência, de fome no mundo e até mesmo para brutais

guerras por falta destes elementos vitais para o homem. E o pior, é que isto não está tão longe quanto parece. Respeitáveis organismos internacionais tem, insistentemente, alertado para o problema, mostram estatísticas e fazem previsões sombrias caso o quadro atual não seja modificado já.


Eis algumas delas :


- O Fundo Mundial para a Natureza (WWF) divulgou em seu relatório que a Humanidade está utilizando a cada ano, 20% mais recursos naturais( solos férteis, água doce e biodiversidade) do que o planeta é capaz de repor. Cultivos agrícolas inadequado e desordenados são a maior causa dessa destruição.

- A ONG americana World Resource Institute-WRI informou que entre 1961 e 1979 a produção global de grãos aumentou em 60% devido às técnicas de preparação de solos, fertilizantes, pesticidas , irrigação e novas formas de cultivo. Acham entretanto, ser muito difícil ultrapassar estes limites. Dados da ONU confirmam isto, ao demonstrar que o crescimento na produção de cereais de 2,5% ao ano nos últimos 35 anos, caiu para 1%

- Apenas 2,5% da massa líquida existente no planeta são compostos de água doce e menos de 0,01% potável

- A população mundial triplicou nos últimos 70 anos e o consumo de água sextuplicou

- 1,1 bilhão de pessoas não tem acesso a água potável e 2,4 bilhões a saneamento básico.

- 54% dos recursos hídricos disponíveis anualmente são utilizados e, em 2025 poderemos estar utilizando 70%. A ONU prevê que em 2025 2/3 da Humanidade viverá em países com séria escassez de água.

- Mais de 6 bilhões de pessoas habitam a terra , um aumento de 140% em 50 anos .Estima-se que em 2050 seremos 9 bilhões de pessoas.

- 20% da população do planeta sobrevive com menos de US$ 1,00 por dia

- 10% de todas as doenças nos países em desenvolvimento são causadas por água contaminada ou por suprimento inadequado dela.

- A mortalidade infantil é 10 vezes maior em países em desenvolvimento que em países industrializados.

- Em 1996, 25% das 4630 espécies de mamíferos do mundo e 11% das 9675 espécies de aves estavam em extinção.

- No Dia Mundial da Água( em março) o Secretário Geral da ONU Kofi Annan alertou que uma feroz competição por recursos hídricos pode resultar em violentos conflitos internacionais.

Creio que os números estatísticos e previsões acima dão um panorama e idéia do tamanho do problema. Nem assim o senhor George W. Bush presidente dos Estados Unidos, o maior poluidor do planeta, assina o Protocolo de Kyoto ( redução de emissão de gases do efeito estufa) e já avisou que não irá a Rio+10.

E, podem não acreditar, propôs a derrubada de árvores para evitar incêndios conforme fartamente veiculado na mídia hoje, 23.08.2002. Seria cômico se não fosse trágico.

 

 

 

DF
Interativas
Amizade
ClubeDF
CtrlQualidade
Participe
Expats
Amor
Seguros
Socorro
Separação
Amizade

Moda

ElesPorEles
Viagens
NetPoesia
NetColuna
Humor via e-mail
Cultura
Por aqui, senhores
Entrevista
Separação
Lar & Casa
Mulher
Lojas
Trabalho & Negócios
Serviços
Perfume
Saudável
Temáticos
Opinião
Editorial
Editora
DF

[ Domínio Feminino 2000 -2001. Todos os direitos reservados. ] - Brasil - Brazil, we speak brazilian Portuguese