.
.
.
.
.
.
.
.Moda
D.F

 

Moda
Index Moda
Sua roupa fala
  Estilo pessoal
Moda

 

 

 

 

 

Estilo pessoal

O chic está à venda; o elegante, só você faz.

 

A grande distância entre a casa e o local de trabalho e as ocasiões de representação profissional: para você que têm agenda social ou profissional a cumprir durante ou após o expediente, em não tendo como manter algumas peças de roupas no próprio escritório, deve estar sempre bem vestida, entre o social e o profissional. Entretanto, o ideal seria levar para o escritório, a roupa em um porta-roupa.

Demais nem de menos

Não é piada, mas certo acontecimento fez com que um motorista de ônibus se aproximasse e perguntasse sobre a festa engraçada que estava acontecendo numa certa igreja da Urca, no Rio de Janeiro. A interlocutora respondeu que era uma missa de sétimo dia.

Missa de finados?! - perguntou o incrédulo motorista.

A confusão aconteceu por causa dos perfumes ousados, profusão de jóias e vestidos pretos festivos, alguns em brocado. Não faltou cintilações.

Saber vestir-se é uma arte e pode se tornar bem complicada em determinados momentos. Esses momentos podem ser desde um simples almoço com amigas ao comparecimento de uma missa de sétimo dia. Como trajar-se para uma visita a um recém-nascido. Ou a diplomação do deputado, do presidente da república. Um jantar festivo ou um coquetel. Como trajar-se para um happy-hour. Uma simples reunião de pais. Tudo parece bem simples. Só parece simples, porque acontece de as pessoas confundirem "estar na moda" com adequação no vestir-se. Vestir-se demais ou de menos. Agregar a moda ao estilo de vida e à personalidade é uma questão de observar o guarda-roupas, sem despender grandes investimentos.

Aliás, vestir-se conforme o figurino das vitrines dos centros de compras - leia-se shoppings - pode-se estar demonstrando muitas outras coisas, menos bom gosto, que por coincidência, o dicionário Aurélio dá como Verbete: gosto Bom gosto. 1. Gosto (7) finamente adequado às exigências da moda, dos costumes, etc. É bem possível que durante algum tempo a expressão " adequado às exigências da moda" pudesse ser entendido dessa forma. Alguém que se veste com bom gosto jamais estará submetida incondicionalmente às exigências da moda. Muito pelo contrário, ela faz uso apenas para atualização e dentro dos seus próprios padrões estéticos.

Se a moda não se apresenta observando características pessoais, esse alguém fará uma adaptação do que está na moda, para seu uso próprio. Isto é estilo e elegância. Mas ela nunca vai submeter-se aos " rigores " dessa ou daquela moda. Até porque nem é necessário, pois existem estilistas para todos os gostos. E a moda mesmo é feita no dia a dia, no cotidiano, seguindo variações individuais de estado de espírito, por exemplo. Seguir o rigor da moda é como ser uma cópia reprográfica. Fica todo mundo com a mesma cara, tudo igualzinho. Clones

Sugestões para o seu guarda-roupas

 

 

 

 

DF
Interativas

Amizade

ClubeDF

CtrlQualidade

Participe
Expatriates

Onça

Amor

Seguros

Socorro

Trabalho&

Negócios

Serviços

Separação

Moda

ElesPorEles

Viagem

Cultura

NetColun@

NetHumor

Brechando

Entrevistas

Mulher

JovensElas

Noivas/Noivos

Perfumes

Lar&Casa

Lojas

Saudável

Internacional

Lazer

Lojas

Temáticos

Editorial
Opinião
Editora
DF

 

 

[ Domínio Feminino © 2000 -2001. Todos os direitos reservados. ] Brasil - We speak portuguese

Cadastre-se